27/09/06

Taxas moderadoras para o internamento


O sr. Ministro da Saúde já decidiu que as taxas moderadoras para o internamento vão entrar em vigor em 2007. O que mais me espanta é a fundamentação da decisão.

Diz esse senhor : "Se o cidadão estiver a pagar uma pequena taxa de internamento por dia, ele próprio incentiva o hospital, aqueles que o tratam, a se não houver necessidade, a libertarem-no para ir para casa”.


Este parte do princípio que o médico interna um doente sem necessidade, portanto só para se divertir, e que o doente fica internado porque é de borla, portanto pouca uns cobres .



Sr. Ministro têm de ter coragem, e não se acanhe de tomar medidas radicais: Proiba os médicos de internarem doentes . Vai ver como poupa imenso dinheiro. Mais, proiba até de o SNS ter médicos , enfermeiros , etc etc. essa cambada toda que só quer ganhar dinheiro. Bastam economistas gestores e juristas, para a situação económica da saúde ficar logo equilibrada .

Pronto se considerar este conselho muito radical, sugiro que nomeie lá uma comissãozita para saber quais as doenças que facultam internamento , em que fase da doença, os exames que os médicos podem pedir e os que estão proibidos pelo seu custo. E com um programinha informático, de entrada múltiplas, nem eram precisos muitos gastos. Apenas e só um médico, o Director Clínico, que conferia todos os resultados do computador à posterior claro, em horário reduzido.

Também que a mortalidade era elevada mas, vejam as vantagens: poupa-se nas reformas, logo equilíbrio da Segurança Social; a Saúde fica por natureza equilibrada e tudo o resto também. Assim, pode diminuir o IVA e os impostos. Tá bem que aumentam os coveiros e as agencias funerárias mas, sempre se criam uns postos de trabalho, cumprindo assim as promessas eleitorais feitas ao povo.

Isto é politica de saúde socialista no seu esplendor.

5 comentários:

bê disse...

Só podem ser declarações com a maldade dos inconscientes.

É, no mínimo estranho, que se tome os cidadãos doentes por macaquinhos amestrados, fundamentalmente estúpidos e abusadores do sistema de saúde.
Põe as caras do sistema (os profissionais) contra os doentes (temos de ter cuidado com essa gente abusadora!) e os doentes contra os profissionais (esses cabrões querem é ver-nos pelas costas!).
Disse uma amiga minha estamos a ficar como nos EUA onde as pessoas têm medo de adoecer.

Abano a cabeça em consternação e acho inacreditável que alguém com responsabilidades ministeriais tenha dito uma aberração dessas.

Menina Idalina disse...

Não é maldade inconsciente. É mesmo uma maldade premeditada e assumida . Este é um ministro assumidamente assumido !

Anónimo disse...

Mas é mesmo para ter medo de adoecer! Qualquer dia exames médicos e internamentos é como nos parquímetros: só não nos rebocam dali para fora se formos pondo a moedinha!

Menina Idalina disse...

O CC é mais requintado, quer um táximetro na cabeçeira de cada caminha de cada doente internado.

Sr.Valter Ego disse...

É uma boa ideia desde que não peçam o taxímetro a um taxista do aeroporto.Ou fica tudo mais caro...