22/05/08

Discurso filho da puta

O pequeno filho da puta
é sempre um pequeno filho da puta;
mas não há filho da puta,
por pequeno que seja,
que não tenha
a sua própria grandeza,
diz o pequeno filho da puta.

no entanto, há
filhos-da-puta que nascem
grandes e filhos da puta
que nascem pequenos,
diz o pequeno filho da puta.

de resto,
os filhos da puta não
se medem aos
palmos,diz ainda
o pequeno filho da puta.

o pequeno filho da puta
tem uma pequena
visão das coisa
se mostra em
tudo quanto faz
e diz
que é mesmo
o pequeno
filho da puta.

no entanto,
o pequeno filho da puta
tem orgulho
em ser
o pequeno filho da puta.

todos os grandes
filhos da puta
são reproduções em
ponto grande
do pequeno
filho da puta,
diz o pequeno filho da puta.

dentro do
pequeno filho da puta
estão em ideia
todos os grandes filhos da puta,
diz o
pequeno filho da puta.
tudo o que é mau

para o pequeno
é mau
para o grande filho da puta,
diz o pequeno filho da puta.

o pequeno filho da puta
foi concebido
pelo pequeno senhor
à sua imagem
e semelhança,
diz o pequeno filho da puta.

é o pequeno filho da puta
que dá ao grande
tudo aquilo de que
ele precisa
para ser o grande filho da puta,
diz o
pequeno filho da puta.
de resto,

o pequeno filho da puta vê
com bons olhos
o engrandecimento
do grande filho da puta:
o pequeno filho da puta
o pequeno senhor
Sujeito Serviçal
Simples Sobejo
ou seja,
o pequeno filho da puta.

Alberto Pimenta

E assim.... Portugal distingue-se como sendo o país onde a repartição é a mais desigual não havendo qualquer correlação entre a igualdade de rendimentos e o nível de resultados económicos.
in Relatório Sobre a Situação Social na União Europeia (UE) em 2007

4 comentários:

Isabel Magalhães disse...

Há sempre um Ilustre poeta português para cada ocasião.

:D

SENSEI disse...

A REVOLTA DEIXOU DE SER UM ESTADO DE ESPÍRITO PARA SE ASSUMIR COMO UMA REAL NECESSIDADE.

É URGENTE REVOLTAR-MO-NOS, É URGENTE DEPOR ESTES GOVERNANTES, É URGENTE QUE O POVO PORTUGUÊS CIVIL E MILITAR RETOME O CONTROLO E A JUSTIÇA VOLTE A IMPERAR DE NOVO EM PORTUGAL.

Menina Idalina disse...

Temos de ter o direito à revolta ; à indignação e à poesia .

Pedro disse...

É... sempre há um filha da puta! Em qualquer lugar... Talvez até eu seja um filha da puta para alguém...