22/10/07

E papai pagou...

Papai aborrecido, com a forma caloteira como seu filhote estava a lidar com a dívida ao Banco de Papai, pegou no mealheiro de filhote, e pagou a divida de 12 milhõezitos de Euros, ao banco, cujo papai era dono, não sem antes,o calote ter um parecer jurídico do mano Rodriguinho, para o banco de papai considerar a dívida incobrável. Eles só queriam compôr a mesada que papai dava e Filipinho para este se sentir integrado na high society, na família e não ficar traumatizado e não sofrer.

Mas, papai castigou filhote, depois do escândalo, como mandam as boas regras de educação, e disse-lhe com voz doce de tolerância:

-Filipinho, fica sem mesada durante 3 meses e sem ver o Prof. Marcelo durante 15 dias . Nas férias vai trabalhar em Gibraltar no "off-shore" .
Acrescentou, mais um conselho avalizado pelo saber de experiência feito:

- O menino para a próxima não use o Jardim, fique-se só pelo Vasconcelos, e veja se têm um testa de ferro que seja o " bode respiratório" em caso de conhecimento público.

Isto é que é carácter, sentido ético apurado e educação refinada....

1 comentário:

falo disse...

Sócrates, sem muito que fazer, como sempre, vai falar com uma vidente.
A vidente se concentra, fecha os olhos e fala:
- Vejo o senhor a passar pela avenida, num carro descapotável, e a multidão acenando.
Sócrates sorri e pergunta:
- Essa multidão está feliz?
- Sim, feliz como nunca!
- Eles estão a correr atrás do carro?
- Sim, a toda a volta do carro. Os batedores estão com dificuldades em abrir caminho.
- Eles têm bandeiras?
- Sim, bandeiras de Portugal, e faixas com palavras de esperança e de um futuro melhor. - Eles me vaiam?
- Não, eles estão felizes.
- Eles gritam, cantam?
- Gritam frases de esperança: "agora sim!!! agora vai melhorar!!!"
- E eu, como estou a reagir?
- Não dá para ver.
- Como não dá para ver?
- Porque o caixão está lacrado.