05/03/09

Cri$e? A luta pela igualdade do Bloco central

A partir das próximas eleições europeias, que em Portugal se realizam a 7 de Junho, os eurodeputados vão passar a ganhar um vencimento único. No caso dos portugueses, o aumento vai para o dobro do que ganhavam até aqui. De 3815 euros passam para os 7665 brutos. Isto sem esquecer outros subsídios. É notícia no DN. E ainda acrescenta :
"Este Estatuto põe fim à violação do princípio de trabalho igual por salário igual", diz a deputada Edite Estrela, chefe da delegação socialista no PE. Carlos Coelho, deputado social-democrata no PE, concorda com a harmonização entre os deputados dos 27, já que "existia uma desigualdade" entre membros do PE.

Ora, neste racicínio do bloco central, a menina Idalina também concorda.(E juro que é a primeira vez que tal me acontece mas, há sempre uma primeira vez para tudo ...). E concordo porque, eu acho que os trabalhadores portugueses não devem ganhar menos que os trabalhadores da UE.

Trabalho igual, salário igual. Nem mais!

Portanto, toca a resolver o assunto, tal como estes "ilustres deputedos europeus" afirmam. Há que ter coerência.

3 comentários:

Alambázio de Queirózzz disse...

Ai é?Tudo igualzinho para todos?
Querem ver que os Suecos e os Italianos vão passar dos seus mais ou menos 12000€ para 7665€? Vou já empoleirar-me na janela para não perder pitada.

Isabel Magalhães disse...

Já houve alguém que se antecipou... ;)

Vinha precisamente mencionar os 12000 euros dos italianos, os mais bem pagos da U.E.

Menina Idalina disse...

O que à menina Idalina mais interessou é que os nossos salioinhos deputados europeus , como vão ganhar mais acham isso igualdade, mesmo que os outros para tal fiquem a ganhar menos. Mas estou como o Alambázio Queiròzzzz ... vou empoleirar-me na janela para não perder pitada.
Quero ver o Vital Moreira , a Edite Estrela e afins a botarem faladura ....
E ... se eles não fossem eleitos ? ... Pronto, estava na reinação ....